Coligação de Bolsonaro quer proibir Lula de receber dinheiro do fundo eleitoral

 

A coligação do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) pediram ao Tribunal Superior Eleitoral que proíba a chapa do candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, de receber recursos do fundo eleitoral.

Os advogados argumentam que a inelegibilidade de Lula é “chapada” e, por isso, a coligação petista não deve receber o dinheiro.

O relator do pedido é o ministro Luiz Edson Fachin, que vai poder decidir sozinho ou submeter o caso à análise do plenário do TSE.


 

COMPARTILHAR