Moradores acusam policiais de atirar em adolescente de 14 anos durante operação em Jauá

Moradores de Jauá, em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador, acusaram policiais militares de balear um adolescente de 14 anos durante uma operação, na manhã desta segunda-feira (3).

De acordo com um familiar do garoto, que não quis se identificar, por volta das 9h, PMs da 59ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Vila de Abrantes) chegaram atirando na Rua Alto da Bela Vista e um dos tiros teria atingido o adolescente.

Ainda segundo o parente da vítima, após o ocorrido, moradores da localidade tentaram fazer uma manifestação na Rua Direta de Jauá, mas foram impedidos pelos policias.
Em nota, a Polícia Militar informou que PMs da 59ª CIPM realizavam rondas na localidade, quando foram recepcionados a tiros por homens armados.Houve troca de tiros e os suspeitos fugiram.

Ainda segundo a PM, momentos depois os policiais encontraram o adolescente ferido e o levaram para o Hospital Menandro de Farias.

A polícia não informou de onde partiu o tiro que atingiu o garoto.

COMPARTILHAR