Reajuste dos juízes agora enfrenta polêmica do auxílio-alimentação

A solução articulada pelo ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, para garantir o reajuste salarial de 16,38% para magistrados em troca do fim do auxílio-moradia deve passar por uma ação que discute no STF outro benefício: o auxílio-alimentação.

De acordo com a Folha de S. Paulo, a ação sobre o auxílio-alimentação está na pauta de julgamentos do dia 12 de setembro. A análise começou em 2013 e será retomada no voto de Toffoli, que pediu vista naquele ano.

A saída está em estudo no STF porque o ministro Luiz Fux, que é o relator das ações que tratam do auxílio-moradia, tem indicado que pode não levá-las a julgamento em breve.

Nesta quarta-feira (29), integrantes do governo federal e do Judiciário informaram que Toffoli e Fux se comprometeram, em reunião com o presidente Michel Temer (MDB), a extinguir o auxílio-moradia irrestrito que hoje é pago a toda a magistratura.

COMPARTILHAR