Reforma da Previdência chega ao Congresso em meados de fevereiro, diz secretário

 

A proposta de reforma da Previdência será encaminhada ao Congresso Nacional na segunda semana de fevereiro, segundo informou, ontem (18), o secretário de Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho. De acordo com o secretário, o governo bateu o martelo sobre a estratégia para apresentar o texto. As informações são da Agência Brasil.

A ideia do Palácio do Planalto é aproveitar o texto apresentado pelo governo do ex-presidente Michel Temer e anexar a proposta que será encaminhada ao Congresso Nacional. Desta forma, o texto poderia ir diretamente à apreciação do plenário da Câmara dos Deputados, já que o projeto encaminhado por Temer já passou pela etapa das comissões.

De acordo com o secretário, a estratégia será refinada com a participação do presidente Jair Bolsonaro, dos ministros Paulo Guedes, da Economia, e Onyx Lorenzoni, da Casa Civil. A diferença é que o texto de Temer não prevê a criação de um regime previdenciário em que cada trabalhador faça a própria poupança (capitalização), como o governo deverá apresentar em fevereiro, o que pode gerar questionamentos por parte da oposição.

COMPARTILHAR