Rescaldo no Museu Nacional vai durar toda a semana, diz bombeiro

Um incêndio de proporções ainda incalculáveis atingiu, no começo da noite deste domingo (2), o Museu Nacional do Rio de Janeiro, na Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, na zona norte da capital fluminense

 

Realizados por bombeiros, os trabalhos de rescaldo do incêndio no Museu Nacional vão durar toda esta semana. A previsão é do comandante do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, coronel Roberto Rodadey.

“Em um prédio normal, nós levaríamos uns dois dias. No caso de um museu vai levar muito mais”, disse, acrescentando que o trabalho será lento porque contará com a participação de funcionários do museu.

Agora pela manhã, ainda existem focos de incêndio que estão sendo controlados com mangueiras pelas equipes dos bombeiros.

Lei mudou
Rodadey disse também que está sendo feito um levantamento sobre os documentos das fiscalizações que o museu recebeu. Ele lembra que a legislação mudou no início deste ano, obrigando que haja uma vistoria anual.

Os documentos estão digitalizados a partir de 2008. Como a lei foi criada em 1976, é preciso ver toda a documentação em papel.
“Acredito que até o final do ano teremos uma resposta”, disse.

A fachada do prédio com paredes muito sólidas, de quase um metro de espessura, evitou o risco de desabamento.

COMPARTILHAR