Temer adia reajuste de servidores para 2020

Após ouvir o apelo da equipe econômica, o presidente Michel Temer voltou atrás e vai adiar o reajuste salarial dos servidores da União para 2020. A informação foi confirmada hoje (31) pelo Palácio do Planalto ao Blog do Valdo Cruz.

A mudança, que vai fazer com que a União economize R$ 6,9 bilhões, vai ajudar a fechar as contas do governo federal em 2019. Na última quarta-feira (29), Temer havia decidido manter o reajuste para o ano passado.

De acordo com o Ministério do Planejamento, o presidente já havia sido alertado pela equipe econômica sobre o custo do reajuste.

A equipe avalia que sem a mudança vai ser possível cumprir o teto dos gastos públicos e a meta fiscal do ano que vem, que prevê um déficit de R$ 139 bilhões.

COMPARTILHAR