Veja: Ministro ameaça prender passageiro de avião que chamou STF de ‘vergonha’

 

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), se desentendeu nesta terça-feira (4/12) com um passageiro durante um voo de São Paulo para Brasília.

De acordo com o site Jota.info, o advogado Cristiano Caiado de Acioli, 39 anos, que estava na primeira fileira, perto de Lewandowski, chama o magistrado, que estava mexendo no celular, pelo nome: “ministro Lewandowski, o Supremo é uma vergonha, viu? Eu tenho vergonha de ser brasileiro quando vejo vocês”.

O magistrado não gostou da crítica e perguntou: “vem cá, você quer ser preso?”. O advogado, então, questionou Lewandowski se não podia se expressar e o ministro pediu ao comissário de bordo que a Polícia Federal fosse acionada.

O homem retrucou: “Eu não posso me expressar? Chama a Polícia Federal, então”. Lewandowski insistiu, se direcionando ao comissário de bordo: “Chama a Polícia Federal. Você vai explicar para a Polícia Federal”.

COMPARTILHAR