Vereadores se mobilizam após desaparecimento de Vado Malassombrado

 

Os vereadores de Salvador foram pegos de surpresa com a notícia, dada em primeira mão pelo BNews, do desaparecimento de Vado Malassombrado (DEM). O edil foi visto pela última vez na Praça Municipal, região próxima da Câmara de Vereadores de Salvador, na última segunda-feira (3). Não foi mais visto desde então. O caso é investigado pela Delegacia de Proteção à Pessoa (DPP).

“Todo mundo está querendo saber notícias”, afirmou o vereador Alexandre Aleluia (DEM) ao BNews. “A assistência militar da Câmara está acompanhando o caso. Não tenho condições de falar nada, porque não tenho proximidade e não sei como ele é”.

Também ouvida pelo BNews, Aladilce Souza (PCdoB) afirmou que os parlamentares estão atentos aos desdobramentos do caso. “Estamos todos sem saber o que aconteceu. A família emitiu a nota oficial de desaparecido e a gente está replicando. A Câmara se coloca à disposição da família. É muito estranho”.

O filho do edil, Diego, divulgou em suas redes sociais uma mensagem sobre o desaparecimento. “Quem puder, me ajuda, por favor compartilhe. Meu pai está desaparecido e nunca fez isso quem puder ajudar por favor”, escreveu ele na legenda da foto de Vado no Facebook.

Quem tiver qualquer informação pode entrar em contato com a polícia através do telefone 71-3116-0357.

PERFIL – Vado nasceu em Olinda (PE) e veio morar em Salvador com 12 anos. É casado e tem dois filhos. O edil vive no bairro da Mangueira, na Cidade Baixa, sempre morou na região, em locais como Ribeira, Uruguai e Baixa do Petróleo. Está no segundo mandato de vereador pelo Partido Democratas (DEM), tendo assumido uma cadeira na Câmara Municipal de Salvador em 2013, com 4.059 votos. Na segunda eleição, sua votação chegou a 7.410 votos.

COMPARTILHAR