Wagner aciona o Facebook na Justiça Eleitoral contra página pró-Sérgio Moro

 

O candidato ao Senado pela Bahia, Jaques Wagner (PT), entrou com uma representação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) contra o Facebook. O postulante quer retirar um conteúdo que considera fake news da página “Apoiamos a Operação Lava Jato – Juiz Sérgio Moro”.

A publicação questionada afirma que Wagner esteve em shopping center de Salvador, no último dia 11 de agosto, oportunidade em que teria sido hostilizado por populares. “Mais que isso, a degravação do vídeo, (…), apresenta, repita-se, palavras como ‘ladrão’, ‘na cadeia’ e ‘presidiário’. Tudo associado à presença do ex-Governador do Estado da Bahia no recinto e que sequer aparece no vídeo”, informa a decisão.

A juíza auxiliar Gardenia Pereira Duarte deferiu parcialmente o pedido de urgência para que a rede social apresente os dados do responsável pela página, bem como a retirada da postagem, sob pena de multa diária de R$ 5 mil.

COMPARTILHAR