Acusação tem 8 dias para apresentar alegações para anulação do júri no caso Kátia Vargas

Ministério Público da Bahia terá oito dias para apresentar alegações que podem anular o julgamento da médica Kátia Vargas, que foi absolvida no dia 6 de dezembro pelo júri popular pelas mortes dos irmãos Emanuel e Emanuelle Gomes Dias.

O recurso foi expedido nesta quarta-feira (13), juíza Gelzi Maria Almeida Souza, da 1ª Vara do Tribunal do Júri, que acatou o pedido do MP. Além disso, o advogado de acusação da médica, que defende a família dos jovens, Daniel Keller terá 11 dias para manifestar. Depois disso, a defesa da médica terá oito dias para contestar.

Em conversa com nossa redação, o promotor Davi Gallo disse que o pedido é de praxe a e magistrada agiu conforme a lei. “Ela tinha a obrigação de acatar o pedido”, defendeu. No entanto, o promotor informou que não pode dar detalhes sobre as alegações.

A reportagem tentou contato com o advogado Daniel Keller, mas não obteve sucesso.

COMPARTILHAR