Agnaldo Liz revela ansiedade para estreia do Vitória no Baiano

 

Nesta quarta-feira (22), às 19h30, no Barradão, o Vitória estreia no Campeonato Baiano 2020 contra o Jacobina. Pela primeira vez, o Rubro-Negro jogará todo o estadual com o time Sub-23, de aspirantes.

O comando da equipe será do ex-jogador do clube, Agnaldo Liz. Nesta terça (21), o técnico revelou ansiedade para a estreia.

“Bate a ansiedade, a gente quer que chegue o jogo o mais rápido possível. Hoje, a gente estava tão acelerado, que eu dei boa tarde no treino da manhã. Eu já queria desejar o bom jogo a todos. Nossa comissão toda está ansiosa. Faz parte. A gente quer que o jogo chegue o mais breve possível, para apresentar um futebol como estamos planejando. A gente sabe que vai ser um jogo duro, porque nossa equipe teve poucas sessões de treinamento, não está na condição ideal. Vocês sabem que início de campeonato, você exigir tudo da equipe, não se consegue no início. Precisa de algumas rodadas para que as coisas aconteçam”, disse.

O comandante, porém, não tem dúvidas quando o assunto é o time que vai a campo. “Nossa equipe está definida. A gente vem na construção da equipe desde o início, basicamente a equipe que iniciou os treinos. Temos apenas uma mudança, que vamos deixar para momentos antes dos jogos”.

A mudança é a saída de Ruan Levine, que retornou ao elenco principal após ser requisitado pelo técnico Geninho. Sobre a perda do atacante, Liz evitou lamentar e considerou normal dentro do projeto do clube.

“Levine, desde o início, estava integrado à comissão. Estava nos nossos trabalhos de início, mas diante da condição do profissional, que essa é a ideia dos aspirantes, quando solicitado, estar preparado. É um atleta que vinha de contusão. A gente levou para o primeiro jogo, a ideia era usar como titular, mas diante da solicitação para o time principal… Esse é o objetivo. A gente não tem receio de qualquer atleta ser chamado. Esse é o objetivo, deixar o atleta numa condição boa para ser chamado”, completou.

COMPARTILHAR