Alvo prioritário em Cachoeira, “Lulinha” morre em confronto com a polícia em Itapuã

 

Um homem apontado pela polícia como traficante e homicida morreu, na tarde desta segunda-feira (10), no bairro de Itapuã, em Salvador. Segundo a polícia, Luís Carlos de Souza Santos, vulgo “Lulinha” ou “Pai Lula de Cachoeira”, era um dos alvos prioritários que atuava na cidade de Cachoeira e tinha sob seu domínio uma carga de cocaína.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, Lulinha era líder de uma facção criminosa que atua no Recôncavo baiano.

Ainda de acordo com a polícia, ele iniciou o tráfico em Itapuã, nos quiosques da Avenida Dorival Caymmi, e possuia mandado de prisão em aberto. As equipes policiais incursionaram pelo Mirante do Abaeté até encontrar o suspeito, que resistiu a prisão atirando contra os policiais.

Ele chegou a ser socorrido para o Hospital Menandro de Faria, mas não resistiu aos ferimentos. Com o suspeito foram encontrados com um revólver calibre 38, um quilo maconha, 300 gramas em porções de cocaína e uma balança de precisão.

Participaram do acompanhamento e das diligências equipes do Bope, Batalhão de Choque, 27ª Companhia Independente da Polícia Militar e agentes da Delegacia Territorial de Cachoeira.

Atualizada às 9h30 de terça-feira (11)

COMPARTILHAR