Bahia arranca empate com Bahia de Feira no fim e evita vantagem do adversário na disputa do título

 

Nos últimos minutos, o Bahia evitou uma derrota no jogo de ida da final do Campeonato Baiano. Com gol do contestado Rogério, o Tricolor arrancou empate de 1 a 1 com o Bahia de Feira, no Estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana.

O gol do Tremendão foi um golaço. Bruninho recebeu bola na entrada da área, driblou Ernando e chutou no canto de Anderson.

Com o resultado, a disputa pelo título ficou aberta. As duas equipes jogam por um triunfo simples no confronto de volta, no próximo domingo (21), na Arena Fonte Nova. Um novo empate leva a decisão para os pênaltis.

PRIMEIRO-TEMPO

Logo aos dois minutos de jogos, o VAR entrou em ação. Arthur Caíke recebeu bola na área, foi marcado por Vitor e caiu no gramado. Ricardo Marques consultou o árbitro de vídeo e mandou seguir o jogo.

Aos oito minutos, o Bahia respondeu. Após bola cruzada na área, Fernandão desviou de cabeça e acertou o travessão.

Três minutos depois, o Bahia de Feira também assustou. Deon desviou de cabeça na área, e também carimbou o travessão.

Já aos 26, o Tremendão não desperdiçou. Bruninho recebeu bola na entrada da área, driblou Ernando e chutou no canto para fazer um bonito gol.

Dois minutos depois, o time feirense quase aumentou. Após bola levantada na área, Deon desviou de cabeça, mas meio desequilibrado mandou por cima do gol.

Aos 40, o Esquadrão teve a última boa chance do primeiro tempo. Após cruzamento de Nino, Fernandão chutou para o gol e a bola tirou tinta da trave.

SEGUNDO-TEMPO

No segundo tempo, o Bahia teve a primeira boa chance. Aos três minutos, Elton recebeu bola na área, finalizou e Jair fez grande defesa.

Já a resposta do Bahia de Feira foi certeira. Ao cinco minutos, Cazumba cruzou bola da direita, a zaga do Bahia falhou e Jarbas mandou nas redes. Mas, após revisão do VAR, foi constatado impedimento do lateral no início da jogada e o gol foi anulado.

Já aos 25 minutos, o Tremendão quase marcou. Após cruzamento na área, Ebinho se antecipou à zaga, desviou e tirou tinta da trave.

Aos 42 minutos, o time feirense ficou com um homem a menos. Após revisão do VAR, Bispo recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

Mas, no último minuto, após cruzamento na área, Rogério pegou de primeira e acertou o canto de Jair para garantir o empate.

COMPARTILHAR