Bolsonaro volta a defender uso da cloroquina e admite: “Eu sei que não tem comprovação”

 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a defender, em coletiva de imprensa na noite desta sexta-feira (22), o uso da cloroquina para pacientes com coronavírus e admitiu que sabe que o medicamento não tem comprovação científica contra a covid-19.

“Quem não quer tomar que não tome, mas não enche o saco de quem quiser tomar. […] Eu sei que não tem comprovação científica”, disse o presidente.

Após a saída de Nelson Teich, o Ministério da Saúde mudou o protocolo e recomendou o uso da cloroquina também para sintomas leves.

COMPARTILHAR