Dono da fábrica em que 43 pessoas morreram na Índia é preso

 

A polícia de Nova Déli, na Índia, anunciou hoje (8) a prisão do dono da fábrica que foi atingida por um incêndio que causou a morte de 43 pessoas e deixou 16 feridos. A maioria funcionários dormia nas instalações, como é comum no país.

A informação foi confirmada pela porta-voz da corporação, Monika Bhardwaj. O empresário, identificado como Rehan, e o gerente da empresa foram detidos. Além disso, outras duas pessoas estão prestando depoimentos.

De acordo com a agência de notícias indiana “ANI”, os presos estão sendo acusados de provocar a morte de pessoas por negligência, o que pode resultar em penas de até dois anos de prisão.

COMPARTILHAR