“É uma molecagem do governo federal”, dispara Lídice sobre impedimento de empréstimo

A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) subiu o tom ao falar da justificativa da Secretaria do Tesouro Nacional sobre o impedimento da Bahia para receber o empréstimo de R$ 600 milhões junto ao Banco do Brasil. De acordo com o órgão, a Bahia tem “nota C” junto ao Tesouro Nacional, o que impede o estado de contrair empréstimo com garantia da União.

“É uma coisa desmoralizante para eles. O governo da Bahia teve todas as condições preenchidas, o empréstimo foi aprovado pelo Senado Federal, que analisa muito bem, detalhadamente, todas necessidades condicionantes para que um Estado tome empréstimo”, defendeu a senadora em conversa com o BNews, na manhã desta sexta-feira (8), durante visita do governador Rui Costa à policlínica regional de saúde de Irecê.

De acordo com a congressista, que vinha fazendo constantes apelos pela liberação dos recursos, o gesto do órgão ligado ao Ministério da Fazenda tem ‘DNA de perseguição’. O impedimento do empréstimo tem sido atribuído por aliados de Rui Costa a partidos ligados ao prefeito de Salvador ACM Neto (DEM). “Há muito tempo eles estavam mudando, mudando, mudando as regras para ver se justificavam o impedimento da Bahia. Isso é uma molecagem do governo federal. É uma atitude persecutória em relação à Bahia e esse DNA a Bahia conhece. A Bahia conhece o DNA da malvadeza, da perseguição política, do desamor à Bahia”, disparou a socialista.

COMPARTILHAR