Ele tem o direito de se defender, diz Aleluia sobre processo contra Lucio Vieira Lima

O deputado federal José Carlos Aleluia (DEM) afirmou na manha desta quarta-feira que a troca no comando do DEM nacional é uma “boa aposta”. Segundo a coluna Estadão, sai o senador José Agripino, às voltas com as denúncias de recebimento de R$ 2 milhões em propina durante a construção da Arena das Dunas, no Rio Grande do Norte, e entra o prefeito da capital baiana, ACM Neto.

Ele, no entanto, desmentiu a informação de que o DEM voltará a ser PFL. “Não se discute isso”.

Ao ser questionado sobre o futuro do deputado federal Lucio Vieira Lima (PMDB), cujo processo no conselho de ética deve caminhar no início do ano, Aleluia tergiversou. “É impossível prevê porque são todos os deputados que votam. Ele te o direito ao processo legal. Antecipar qualquer cosia é imprudência e agressão”.

Aleluia também foi escorregadio quando questionado se as acusações que pesam contra o peemedebista são graves, Aleluia escorrega. “A acusação tem que ser investigada. Ele tem o direito de se defender”.

Fonte: Bnews

COMPARTILHAR