Em viagem à Rússia, Gilberto Gil deixa defesa de Lula na mão

 

Arrolado como testemunha de defesa do ex-presidente Lula na Lava Jato, Gilberto Gil deu um “zig” na defesa do petista.

Segundo a coluna Satélite, assinada pelo jornalista Jairo Costa Júnior, no Correio*, o cantor seria ouvido nesta sexta-feira (15) pelo juiz Sergio Moro no âmbito do processo do sítio de Atibaia. A videoconferência, contudo, não aconteceu: um oficial de Justiça foi ao prédio onde Gil mora, em São Conrado, no Rio, mas não o encontrou.

Ao telefonar para o escritório do artista, ficou sabendo que ele havia partido para a Rússia às vésperas da Copa e que não retornaria a tempo de comparecer à audiência.

COMPARTILHAR