Fafá de Belém critica Damares Alves sobre declaração em relação da Ilha de Marajó

 

A cantora Fafá de Belém criticou, no último sábado (27), a declaração da ministra da Família, Mulher e Direitos Humanos, Damares Alves, sobre a criação de uma fábrica de calcinhas para combater os altos índices de estupro na Ilha de Marajó, no Pará. De acordo com a artista, a ministra deveria estar promovendo políticas públicas. “As crianças vítimas de exploração sexual na Ilha do Marajó não precisam de uma fábrica de calcinha. Elas precisam que a Ministra faça o trabalho dela, promovendo políticas públicas de garantia de direitos fundamentais”, escreveu nas redes sociais.

Em outro post, a cantora completou: “A ministra também precisa se informar sobre o que já é feito pelo MP do Pará na região, em vez de discursar reforçando a cultura do estupro, colocando sobre as vítimas – crianças de 10, 11, 12 anos, a responsabilidade por um crime tão bárbaro, pela falta de uso de calcinhas”.

 

COMPARTILHAR