Gilmar ‘não aceita’ suspeição movida por Marcelo Miller

 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes pediu que Cármen Lúcia, presidente da Corte, negue a ação de suspeição movida pelo ex-procurador Marcelo Miller. A defesa alega parcialidade de Gilmar para julgar habeas curpus de Miller.

O ex-procurador requereu a suspeição de Gilmar quando pediu ao STF para ficar em silêncio na CPI da JBS. Em sorteio, a relatoria ficou com o ministro, que acabou acolhendo o pedido da defesa.

COMPARTILHAR