Governo baiano gasta R$ 300 mil em reunião de prefeitos em resort de luxo

 

O governo do Estado da Bahia, por meio da Bahiatursa (Superintendência de Fomento ao Turismo do Estado da Bahia), patrocinou com R$ 300 mil o 7º Encontro dos Prefeitos da Bahia, iniciado na última sexta-feira (13) e encerrado no domingo (15), no luxuoso resort Vila Galé Mares, em Camaçari, na Região Metropolitana a 56 km de Salvador.

O governador vem alegando crise financeira para, inclusive, pedir ajuda ao governo Jair Bolsonaro a fim de manter as policlínicas recém-inauguradas e não concede reajuste há 3 anos aos servidores estando próximo a se igualar ao governo Antônio Calos Magalhães no início dos anos 1990 sem reajustar os vencimentos dos colaboradores estaduais.

O evento reuniu aproximadamente mil participantes, entre prefeitos, vice-prefeitos e secretários municipais (todos falam apenas em crise financeira e falta de recursos), além do governador da Bahia, Rui Costa, e do senador Jaques Wagner (PT).

O pacote mínimo dor resort, que inclui três diárias – número mínimo de estada –, custa R$ 4,7 mil, em uma simulação feita para os dias 20 e 23 de setembro. Esse valor é o dobro da média salarial dos servidores efetivos de prefeituras e estado.

COMPARTILHAR