Governo Bolsonaro confirma saída de pacto de migração da ONU

Brasília - Deputado Jair Bolsonaro discursa durante sessão para eleição do presidente da Câmara dos Deputados e demais membros da mesa diretora (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

 

O presidente Jair Bolsonaro confirmou a saída do Brasil do Pacto Global para Migração Segura, Ordenada e Regular. A decisão foi comunicada pelo Ministério das Relações Exteriores. Através do twitter, o presidente afirmou que a atitude foi tomada pela preservação dos valores nacionais.

“O Brasil é soberano para decidir se aceita ou não migrantes. Quem porventura vier para cá deverá estar sujeito às nossas leis, regras e costumes, bem como deverá cantar nosso hino e respeitar nossa cultura. Não é qualquer um que entra em nossa casa, nem será qualquer um que entrará no Brasil via pacto adotado por terceiros”, conclui o presidente.

O país tinha aderido ao pacto em dezembro, no fim do governo Michel Temer, entretanto, o atual presidente defende que o pacto é “um instrumento inadequado para lidar com o problema.

“A imigração não deve ser tratada como questão global, mas sim de acordo com a realidade e a soberania de cada país”. Segundo ele, o país vai adotar critérios rigorosos para a entrada de imigrantes.

COMPARTILHAR