João de Deus vira réu por abusos sexuais

O médium João de Deus chega à Casa Dom Inpacio Loyola, em Abadiânia.

 

A juíza Rosângela Rodrigues dos Santos aceitou, na manhã de hoje (9), a denúncia contra o médium João de Deus, feita pelo Ministério Público de Goiás em 28 de dezembro. Com isso, ele passou a ser réu pelos crimes de estupro de vulnerável e violação sexual. Dezenas de mulheres o acusaram de cometer os abusos durante tratamentos espirituais na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, onde realizava atendimentos. A informação foi divulgada pela TV Anhanguera, afiliada da Globo no estado de Goiás.

João de Deus está preso desde 16 de dezembro no Núcleo de Custódia de Aparecida de Goiânia. Hoje, o médium presta depoimento no âmbito de outro caso, por posse ilegal de arma. A investigação foi aberta pela Polícia Civil após serem encontrados revólveres e pistolas na casa dele durante operações de busca e apreensão.

COMPARTILHAR