Mancini comenta eleição no Vitória e pede estrutura ‘mais voltada para o futebol’

O Vitória terá nova eleição para presidente na próxima quarta-feira (13), no Barradão. O técnico Vagner Mancini comentou o pleito eleitoral e espera que o resultado das urnas seja respeitado. Com contrato até dezembro de 2018, ele garantiu que não teme ser desligado caso o vencedor opte por outro profissional para comandar a equipe. “Vai ter eleição agora na semana que vem e muita coisa pode mudar. Vamos esperar. Tenho ótimo relacionamento com todos que estão envolvidos. Não atuo muito no campo político. Minha parte é a profissional no departamento de futebol. Aqueles que as urnas apontarem o vencedor tem que ser respeitado. Se a diretoria que entrar achar que deve seguir com o Mancini, ótimo. Se achar que deve trocar é uma opinião que tem ser respeitada”, disse o treinador, em entrevista ao Bahia Notícias. O comandante Rubro-negro ainda pediu que em 2018 o clube tenha uma estrutura “mais voltada para o futebol”. Espero que a gente possa realmente ter uma estrutura mais voltada ao futebol e que o Vitória consiga montar um elenco desde começo do ano. Que não passe susto e que não judie do torcedor”, finalizou. Até o momento, cinco candidatos estão na corrida eleitoral: Manoel Matos, Raimundo Viana, Ricardo David, Gilson Presídio e Tiago Ruas. Mancini deixou o Vitória na 16ª posição do Campeonato Brasileiro com 43 pontos conquistados. Sob o seu comando, o time teve um aproveitamento de 46,9%

COMPARTILHAR