Mulher é presa em Contendas do Sincorá por exercício ilegal da medicina

 

A graduada em medicina Karlanny Costa Moreira foi presa ontem (13), em Contendas do Sincorá, por policiais da Delegacia Territorial (DT) de Brumado, acusada de exercer ilegalmente a medicina e de falsidade ideológica.

As investigações apontam que Karlanny cursou medicina na Bolívia e exercia a função no Brasil sem as devidas validações do diploma. Os policiais chegaram à acusada após denúncias.

Segundo o delegado de Brumado, Leonardo Souza Soares, Karlanny já exercia irregularmente a função de médica em Contendas do Sincorá há quatro meses. “Ela confessou que pegou um número de CRM de forma aleatória e passou a utilizar, se apresentando como médica”, explicou. A acusada está à disposição da Justiça.

COMPARTILHAR