PF já sabe onde começou fogo no museu; crime não é descartado

 

Os peritos da Polícia Federal (PF) identificaram o local onde iniciou-se o incêndio no Museu Nacional, no Rio de Janeiro. No entanto, para evitar mais especulações, a equipe optou por, a princípio, não revelar. A hipótese de o incêndio ser criminoso não foi descartada.

Um incêndio de grandes proporções destruiu o Museu Nacional, que fica na Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, no último domingo (2).

Muita gente aproveitou o feriado de sete de setembro para passear na Quinta da Boa Vista e conferir o que restou do prédio do museu e de parte do seu acervo de 20 milhões de peças. Uma manifestação contra a falta de investimentos do país em ciência e tecnologia também aconteceu no local nesta sexta-feira (7).

COMPARTILHAR