Polícia liberta mulher mantida em cativeiro por companheiro

Após passar cinco dias em cárcere privado, com pés e mãos amarradas com peças de suas próprias roupas, uma mulher foi resgatada por unidades da 19ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Paripe) em casa, situada na rua principal de São Tomé de Paripe, no Subúrbio Ferroviário. A vítima, de prenome Célia, estava sendo prisioneira do namorado.

Juscelino dos Santos Correia, o agressor, mantinha Célia aprisionada enquanto saía para trabalhar e a ameaçava com uma arma de fabricação artesanal. Mesmo fraca e debilitada por falta de alimentação, Célia conseguiu falar com um ex-companheiro, através do celular, que acionou a polícia.

De acordo com o comandante da 19ª CIPM, major PM Elsimar Leão, Juscelino estava nas proximidades do imóvel, trabalhando em um caminhão de coleta, e fugiu ao perceber a aproximação dos policiais. “Arrombamos a porta e a encontramos deitada e muito fragilizada”, relatou o oficial.

A mulher foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento do bairro para receber os primeiros cuidados e depois seguiu para a Delegacia Especial de Atendimento a Mulher (Deam/Periperi), onde o caso foi registrado. A titular da Deam, delegada Vânia Nunes Matos, revelou que solicitará a prisão preventiva do suspeito.

COMPARTILHAR