Preso terapeuta ocupacional por suspeita de abusar sexualmente de pacientes

 

Segundo a Polícia Civil, o homem responde a três inquéritos por abusar de três homens com deficiência intelectual

O terapeuta ocupacional João Batista foi preso por suspeita de abusar sexualmente de pacientes em Salvador. Ele teve o mandado de prisão temporária cumprido por policiais da 3ª DT (Delegacia Territorial) no Bonfim, na sexta-feira (8), no bairro da Pituba.

De acordo com a polícia, João Batista responde a três inquéritos por abusos a três homens com deficiência intelectual. Ainda segundo a PC, ele usava a condição profissional para abusar dos pacientes.

Em nota, a polícia informou que o titular da 3ª DT, no Bonfim, delegado Víctor Spínola, acredita que, além dos três casos denunciados, mais vítimas possam existir. “Vamos continuar investigando, com o objetivo de identificar outras pessoas que tenham sido abusadas por João Batista”, disse em nota o delegado

As vítimas de abuso pelo terapeuta ou familiares podem denunciar através do telefone do SI (Serviço de Inteligência), da 3ª DT / Bonfim, no (71) 3117-6514 ou pelo Disque Denúncia da SSP (Secretaria da Segurança Pública), pelos números (71) 3235-0000 e 181 para o interior da Bahia.

COMPARTILHAR