Proibida, guerra de espadas acontece em Senhor do Bonfim e deixa feridos após confronto com PM

 

Mesmo proibidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), as ‘guerras de espadas’ foram registradas durante o São João da cidade de Senhor do Bonfim, na região norte da Bahia. A situação ocorreu no domingo (23) e terminou em um confronto entre policiais e ‘espadeiros’. Algumas pessoas ficaram feridas.

De acordo com o G1, a polícia disparou balas de borracha contra os ‘espadeiros’ na tentativa de conter a prática.

Após o confronto, quatro pessoas deram entradas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade: uma mulher ferida com um tiro de borracha, um homem com ferimento na cabeça resultado do conflito com os policiais e outras duas pessoas, uma que se queimou durante a guerra de espadas e outra que passou mal após inalação de fumaça.

As vítimas não tiveram identidades divulgadas. Não há informações atualizadas sobre o estado de saúde dos feridos.

Por meio de nota, a Polícia Militar informou que agentes do 6º Batalhão, com o apoio da Companhia Independe de Policiamento Especializado (CIPE) Caatinga e da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT) Rondesp Norte, agiram para cumprir a determinação judicial que, há três anos, proíbe a guerra de espadas em Senhor do Bonfim.

A corporação destacou, ainda, que as guarnições usaram técnicas e estratégias militares, agindo dentro da legalidade, coibindo a ação dos ‘espadeiros’ em pontos da cidade. Em alguns momentos, segundo a PM, foi necessário o “uso de agentes químicos e elastômero”.

A PM ainda destacou que as guarnições não foram acionadas para socorrer feridos e não houve registro de conduções para a delegacia.

COMPARTILHAR