Rui Costa diz que governo de Michel Temer deve R$ 102 mi em repasses do metrô

O governador Rui Costa afirmou nesta quinta-feira (4) que o governo de Michel Temer deve R$ 102 milhões ao estado em razão de faturas não repassadas do metrô de Salvador. A declaração é uma resposta à reportagem do Bahia Notícias que aponta maior volume de recursos no orçamento federal para o modal na gestão Temer, em comparação ao governo de Dilma Rousseff (veja aqui). Segundo levantamento feito com dados do Portal da Transparência, no orçamento de 2016 aprovado pela petista havia R$ 441 milhões para “apoio e sistemas de transporte público coletivo urbano” na Bahia, quando no ano passado foram R$ 478 milhões. “Primeiro que em 2016 Dilma só ficou quatro meses e 15 dias. O Temer já estava em 2016. Ele governou a maior parte dos meses. Segundo, que isso é obra de PPP, portanto, é pago por eventos. Completou evento, apresenta fatura pra poder receber”, explicou. Segundo Rui, durante todo governo Dilma não houve acúmulo nem atraso do pagamento de nenhuma fatura, já que a maior parte dos eventos aconteceu no segundo semestre de 2016 e ao longo de 2017.

COMPARTILHAR