Soldados da 6ª CIPM doam material para menino que abandonara a escola

 

O menino de prenome Neymar, 12 anos, estava fora da escola porque a família não conseguiu comprar os itens de ensino

Policiais da 6ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), na cidade de Rio Real no Nordeste baiano a 202 km de Salvador, durante rondas no Distrito de Lagoa Redonda, no município de Itapicuru, encontraram um garoto de prenome Neymar, de 12 anos. Após conversa e pergunta sobre o rendimento dele na escola, descobriram que o adolescente não estava frequentando as aulas do segundo semestre, por falta de material escolar.

“Nos sensibilizamos com a situação e resolvemos comprar todo material básico necessário. Ficamos admirados com o desejo de Neymar em estudar, porém a falta de condições financeiras da família estava impedindo”, contou o soldado da 6ª CIPM, Edson Alves Lima Júnior.

Ainda segundo o militar, o garoto ganhou caderno, lápis, borracha e caneta. “Ficamos sentidos com a situação dele e da família. É um menino muito bom e interessado. Vamos ficar de olho nele, orientando para que siga no caminho correto”, finalizou.

Fonte: Ascom SSP/BA

COMPARTILHAR