Temer é diagnosticado com infecção urinária

O presidente Michel Temer foi diagnosticado no domingo (31) com infecção urinária. Temer, que está com a família em Brasília, onde passou o réveillon, foi examinado por médicos no Palácio do Jaburu.

Há 15 dias, o presidente foi submetido a um procedimento cirúrgico de desobstrução da uretra. A previsão da equipe médica é que ele ficaria com uma sonda por 3 semanas.

Na semana passada, Temer desistiu de passar o fim do ano na base naval da Restinga de Marambaia, no litoral do Rio de Janeiro, por falta de estrutura médica no local.

Temer foi submetido em 13 de dezembro a um procedimento de desobstrução da uretra no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Ele recebeu alta no dia 15.

Temer ainda está com uma sonda na uretra por causa de uma cirurgia feita no dia 13 de dezembro. O presidente foi diagnosticado com um quadro de infecção urinária. A informação, porém, não foi confirmada pela assessoria.

O médico particular do presidente Temer, Roberto Kalil, também disse não ter sido informado sobre o diagnóstico. Ele está em Miami, nos Estados Unidos, onde passa férias.

COMPARTILHAR