Torcedores do Vitória entram na Justiça para terem acesso ao BAVI deste domingo

 

O assessor jurídico Rafael Frank entrou, nesta quinta-feira (31), com um mandado de segurança com pedido liminar para que ele e outros nove amigos possam assistir ao BAVI deste domingo (3), na Arena Fonte Nova. O confronto será disputado com torcida única do Bahia, após nova recomendação do Ministério Público estadual (MP-BA).

A ação tem como réus os presidentes da Federação Bahiana de Futebol, a Confederação Brasileira de Futebol, o Estado da Bahia e o Esporte Clube Bahia. “Resolvi tomar essa decisão porque a decisão de torcida única é ilegal e inconstitucional. Além disso, ela inviabiliza a ida do torcedor ao clássico, momento extremamente importante. Por outro lado, já foi demonstrado que a medida não garante uma maior segurança aos torcedores, como nos casos de ônibus do Bahia apedrejado no Barradão e do tiro no carro de Rafaelson”, explicou Frank.

Na ação, ele pede que os ingressos sejam colocados à disposição (vendidos) para os autores, já que eles não podem representar toda a torcida do Vitória. “Desta forma, estou garantindo o direito ao Desporto e à cultura do torcedor, conforme a Constituição e o Estatuto do Torcedor”, acrescentou Frank. A solicitação, como tem tutela de urgência, deve ter uma resposta nesta sexta-feira (1).

COMPARTILHAR