Torcida do Vitória comparece ao último jogo da série B e revela expectativas para 2020

 

Com 11 vitórias, 12 empates e 14 derrotas, o Esporte Clube Vitória faz sua última participação neste sábado (30) no Campeonato Brasileiro da série B contra o Coritiba no estádio Manoel Barradas, o Barradão, em Salvador.

Questionados sobre a expectativa para o próximo ano, os torcedores foram incisivos: acesso para a série A. O alto escalão do futebol deve ser a prioridade e isso desde o campeonato baiano, foi o que afirmou o engenheiro civil, Luciano Fontes. “Não adianta querer montar um bom time quando iniciar o brasileiro, Paulo Carneiro tem que reforçar os atletas desde o baiano para chegar à altura na competição, se não só vai pegar ‘o resto’ dos jogadores”.

Para Caio César, estudante de fisioterapia, “o ano foi de aprendizado para a diretoria não repetir os mesmos erros”. “O time pecou bastante esse ano, mas a direção precisa acordar desde já. Por exemplo, hoje, os preços dos bilhetes poderiam ser mais acessíveis para atrair a torcida, não basta ser uma mudança técnica”.

Já Marcus Vinícius, condutor socorrista, “as más escolhas de gestões anteriores” ainda podem interferir no próximo ano. “A expectativa é a melhor possível, manter o ritmo do segundo semestre e organizar para subir para a série A. Ano difícil, Paulo Carneiro tentou, mas infelizmente as más escolhas de gestões afetaram esse ano e podem afetar o próximo. Espero que ele [Paulo Carneiro] arme um bom time para a gente não sofrer tanto”.

Sobre o placar de hoje, houve do otimismo à modéstia. Luciano optou pelo 2×0; Caio por 2×1 e Marcus acredita em mais três pontos com 3×1.

O time arrecadou R$ 2 milhões com uma média de público pagante de 5.938 durante o ano.

O Vitória teve, em 2019, o pior primeiro semestre dos últimos dez anos. Com 27 jogos realizados, o Rubro-Negro fez uma campanha com quatro triunfos, 12 empates e 11 derrotas. O aproveitamento é de 29% e inclui decepções como as eliminações na primeira fase da Copa do Brasil e do Campeonato Baiano, além da queda da Copa do Nordeste sem qualquer vitória em nove partidas.

COMPARTILHAR