Tribunal da Lava Jato decide que visitas a Lula não precisam mais ser agendadas

 

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) decidiu hoje (13), que as visitas ao ex-presidente Lula, na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, não precisarão mais ser agendadas.

O ex-presidente está preso por corrupção e lavagem de dinheiro imposta pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), no caso do triplex do Guarujá.

Segundo o relator, desembargador federal João Pedro Gebran Neto, “embora o cadastramento seja condição razoável à realização de visitas e inerente ao controle de visitação de estabelecimentos prisionais, é possível fazê-lo no momento de ingresso na unidade”.

Em seu voto, Gebran afirmou que a necessidade de agendamento com uma semana de antecedência não está contemplada na legislação.

COMPARTILHAR