Vitória sai atrás no placar, mas arranca empate diante do Juventude

 

Em campo pela décima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, nesta segunda-feira, 14, o Vitória foi até o Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, e empatou em 1 a 1 com o Juventude. Os donos da casa marcaram no primeiro tempo com Breno Lopes, em lance de vacilo da defesa rubro-negra. Na segunda etapa, o Leão empatou com Vico.
Apesar do ponto somado fora de casa, o resultado não ajuda muito o Vitória, que corre o risco de ficar até cinco pontos distante do G-4 ao fim da rodada. O time chegou aos 14 pontos e, por enquanto, ocupa a oitava posição.

Depois de dois jogos como visitante em apenas quatro dias, a delegação rubro-negra retorna para Salvador e encontra um pouco de tempo no calendário. O time só volta a campo no dia 26, um sábado, quando recebe o Oeste, no Barradão.

O Vitória começou o jogo ao estilo que Bruno Pivetti tem tentado colocar no time. Com troca de passes curtos e paciência o Leão conseguiu chegar até o campo de ataque já no primeiro lance. Lá, Leandro Silva colocou a bola na cabeça de Léo Ceará. O camisa nove estava sem marcação, mas errou a pontaria e mandou para fora.

Do outro lado o Juventude seguia uma receita parecida para atacar. Os jogadores de verde e branco, por outro lado, se movimentavam mais, o que facilitava a construção das jogadas. Em mais de uma opotunidade os donos da casa conseguiram chegar na linha de fundo ofensiva. Faltou capricho para fazer o cruzamento.

Só aos 17 minutos a troca de passes do Rubro-Negro voltou a gerar uma chance de gol. Dessa vez a trama aconteceu pelo lado esquerdo. Gerson Magrão encontrou Rafael Carioca em ação de ultrapassagem e o lateral cruzou para Fernando Neto. Faltou altura para o camisa sete acertar a bola ‘em cheio’.

Mesmo sem criar muito, o Vitória conseguia controlar o jogo e também não sofria defensivamente. Até que, aos 21’, uma bobeira na zaga custou caro aos rubro-negros. Primeiro Rafael Carioca errou na saída e deu chance para Igor fazer o cruzamento. Aí Fernando Neto conseguiu cortar dentro da área, mas o meio-campista se atrapalhou com Leandro Silva e a bola sobrou para Breno Lopes, que só teve o trabalho de chutar forte para vencer Ronaldo.

Quatro minutos depois o Juventude quase marcou o segundo em novo erro defensivo do Leão. Rafael Carioca tocou para Guilherme Rend, que não viu o passe. Dalberto então se antecipou, invadiu a área e mandou a bomba. Ronaldo espalmou para escanteio.

Atrás no placar, o Vitória se lançou mais ao ataque. O time teve algumas oportunidades de levantar a bola na área em cobranças de falta, mas a melhor chance veio com bola rolando. Aos 35’ a zaga do Juventude afastou mal um cruzamento e Gerson Magrão arriscou chute de primeira. A bola passou próximo à trave defendida por Marcelo Carné.

O segundo tempo começou com o time do Juventude pressionando a saída de bola do Vitória. Aos poucos o Leão foi equilibrando o jogo e criando chances de perigo. Na base da insistência, o Leão conseguiu achar o seu gol. Marcelinho faz brilhante lançamento para Vico. Ele dominou dentro da área e bateu na saída do goleiro. Tudo igual em Caxias do Sul: 1 a 1.

Após o gol, Pintado mexeu no time e os gaúchos foram com tudo para cima em busca do segundo gol. Mas o Vitória não recuou e respondia à altura. A reta final da partida ficou lá e cá. Mas das oportunidades criadas, a mais clara foi criada pelo time do Juve. Eltinho desceu pela esquerda e cruzou na área. Com o goleiro batido, Gabriel Novaes não aproveitou a oportunidade e chutou para fora a chance do gol da vitória.

COMPARTILHAR